Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Investigação

Mais mil vacinas contra Covid-19 foram encontradas fora da validade no município de Lucena

Há casos da aplicação de doses em crianças no dia 21 de dezembro de 2021 e 7 de janeiro deste ano.

Mais de mil vacinas vencidas em Lucena foram encontradas pelas equipes. (Foto: Reprodução)

Por

As equipes da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) encontraram, nesta terça-feira (18), mais de mil vacinas fora da validade no município de Lucena, no Litoral Norte da Paraíba. A informação foi dada pelo secretário Executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, em entrevista a imprensa.

"Foram encontrados lotes de vacinas vencidas dentro do município. Agora as equipes do Estado, da Gerência Executiva de Vigilância, trabalham com orientação para organização para dar sequência a vacinação", disse em entrevista a TV Arapuan, como acompanhada pelo ClickPB. 

Daniel Beltrammi informou que, nesse momento, as equipes, acompanham e orientam as famílias que tiveram os filhos vacinados com vacina de adultos. Segundo disse, as crianças apresentaram quadro leves após a vacinação contra Covid-19. Há casos da aplicação de doses em crianças no dia 21 de dezembro de 2021 e 7 de janeiro deste ano.

O caso de Lucena

O escândalo veio à tona na última sexta-feira (14), quando o ClickPB trouxe, em primeira mão, a denúncia de uma mãe de que crianças haviam sido imunizadas antes da chegada da vacina pediátrica na Paraíba. Vale ressaltar que a vacina para o público infantil é da Pfizer, mas a dosagem é um terço da do adulto e o frasco tem uma tampa de cor alaranjada, diferente da outra que é roxa. 

Ao se investigar, descobriu-se que as vacinas aplicadas nas crianças de 5 a 11 anos em Lucena eram de adultos e estavam com prazo de validade vencido. O caso continua tendo repercussão nacional e o Ministério Público Federal (MPF) abriu um procedimento para investigar a situação. A técnica de enfermagem que aplicou a vacina e o prefeito de Lucena, Leo Bandeira, já foram ouvidos.

Representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PB), do Ministério da Saúde, da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) estão em Lucena para acompanhar o caso. No momento o processo de vacinação contra Covid-19 está suspenso temporariamentena cidade e ainda sem previsão de retorno. Os profissionais de saúde serão retreinados

Leia mais:


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Juíza paraibana prima de Ivonete Ludgério é encontrada morta em prédio onde residia, no Pará

Justiça Eleitoral cassa mandatos de vereadores do MDB de Zabelê por abuso de poder com fraude na cota de gênero

Feira de Flores de Holambra acontece em João Pessoa com mais de 200 espécies de plantas a preços populares

João Azevêdo promove 485 servidores da Polícia Civil da Paraíba; confira lista